Indiscutivelmente com a crescente necessidade de estar a frente da concorrência e a corrida no mercado, as organizações têm se preocupado cada vez mais com os colaboradores que atuam em seu ambiente.

São estratégias que, sem dúvida, aumentam a competitividade e alinham-se às metas da empresa naquele momento. Face a esse contexto, uma das ações tomadas pelas organizações têm sido, além de manter seus melhores profissionais, trazer para o seu dia-a-dia colaboradores que alinhem-se às estratégias da empresa e favoreçam-na em termos de mercado. Por isso a necessidade de avaliação psicológica.

A Avaliação Psicológica refere-se a um conjunto de procedimentos confiáveis que permitem ao psicólogo julgar vários aspectos do individuo através da observação de seu comportamento em situações padronizadas e pré-definidas.

É entendida como o processo técnico-científico de coleta de dados, estudos e interpretação de informações a respeito dos fenômenos psicológicos, que são resultantes da relação do indivíduo com a sociedade, utilizando-se, para tanto, de estratégias psicológicas – métodos, técnicas e instrumentos. (Resolução CFP 07/2003)

É um processo flexível e padronizado, que tem por objetivo chegar a uma determinação sustentada a respeito de uma ou mais questões psicológicas através de coleta, avaliação e análise de dados apropriados ao objetivo em questão.

Geralmente é realizado um processo composto por entrevista, aplicação de testes e construção de um laudo contendo a síntese da avaliação psicológica.